HERESIA CAINITA

MINDGAME :: Geral :: Off

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

HERESIA CAINITA

Mensagem por James kirk em Sex Maio 31, 2013 6:00 pm

AS HERESIAS CRISTÃS E AS HERESIAS CAINITAS:


AS HERESIAS CRISTÃS
“Deus é perfeito; nada neste mundo é perfeito; portanto, nada neste mundo foi feito por Deus”.


É importante compreender que no século XIII, período em que vivem os personagens de Constantinopla: Dark Ages, a doutrina da Igreja Católica ainda está em formação. Aliás, até mesmo no século XX foram feitas revisões da interpretação que a Igreja Católica dá para a Bíblia. Portanto, dentro do catolicismo existem diversas correntes de diferentes interpretações que não chegaram ainda a um consenso; algumas destas correntes, porém, são declaradas heresias pelas correntes principais. Portanto, ao contrário da crença popular, que rapidamente liga a palavra “heresia” às palavras “blasfêmia”, “infiel”, “pagão”, uma heresia, na verdade é uma interpretação sincera e consciente das escrituras cristãs, mas que por ventura chega a uma conclusão que linha principal do cristianismo considera errôneo. Infelizmente, muitas das heresias medievais foram caçadas e destruídas pela Igreja Católica.

Um dos principais conjuntos de heresias da Idade Média são as Heresias Dualistas, que retiram do Maniqueísmo sua base teológica. A heresia dualista mais importante na Europa é a dos Bogomils. “Bogomil”, em eslavo, significado “amado por Deus”, e os dogmas desta heresia teriam sido escritos no século VIII por um padre chamado Jeremiah. Esta heresia se baseia no confronto entre dois mundos, um criado por Deus, e outro pelo Demônio. Deus teria criado o mundo espiritual, no qual existem apenas as almas dos indivíduos, compostas unicamente de sentimento e pensamento. O Demônio, porém, invejoso da criação perfeita de Deus, criou o mundo físico, que é imperfeito por natureza, com o objetivo de aprisionar a alma das pessoas em corpos feitos de carne. A carne é frágil e efêmera, ao contrário da perfeição e da eternidade da alma.

O grande objetivo do Demônio era o de aprisionar a alma numa grande ilusão, num mundo de dor, de sofrimento e de pecado, e confundi-lo para que ele eventualmente morresse sem nunca tomar a consciência de que dentro de si há uma alma perfeita e eterna, que transcende as margens do tempo. Cada pessoa pode apenas libertar sua alma através de bons atos, que ajudem toda a humanidade a superar as fraquezas e imperfeições da carne.

Os Bogomils, porém, acreditam que a Igreja Católica seja também uma criação do Demônio, que tem o objetivo de desviar os homens de um caminho no qual possam alcançar a salvação, pois a Igreja afirma que Cristo sacrificou-se para salvar a todos. Os Bogomils afirmam que Cristo teria sido enviado ao mundo por Deus para ensinar aos homens uma maneira através da qual cada um poderia salvar sua alma, e não para salvar a de todos. Esta maneira seria através do auto-sacrifício em virtude de um bem maior, de uma eterna busca por um equilíbrio entre todos os seres.

Cada congregação Bogomil se reúne ao redor de um diácono, ou, no termo original, de um perfecti. Um perfecti é um homem que tem o dever de servir como exemplo para seu rebanho, para que todos possam ter sua alma, seu pneuma, libertada quando morrerem. O perfecti deve levar uma vida rigorosamente ascética, abstendo-se do casamento, de consumir carne ou beber álcool, de possuir riquezas desnecessárias, entre outras coisas. Cada fiel, em seu leito de morte, deve confessar seus pecados para um perfecti, para que este possa lhe dar uma benção que garantirá a sua salvação.

A Igreja Católica declarou os Bogomils como heréticos por dois principais motivos. O primeiro deles reside no fato de que os próprios Bogomils afirmam que a Igreja na verdade age contra a vontade de Deus, ainda que sem saber. O segundo está no fato de que os Bogomils não afirmam que Deus é o único ser supremo. Na linha tradicional da Igreja Católica, Deus teria sido o criador de tudo, incluindo Lúcifer, o Demônio. Já os Bogomils afirmam que Deus e o Demônio, seriam entidades que se comparam e se equilibram, apesar de apenas Deus ser perfeito em sua essência.

As congregações Bogomils, apesar de caçadas pela Igreja, são, de qualquer forma, essencialmente cristãs, e acreditam na salvação pela fé, da maneira que Cristo teria ensinado. Porém, quando a Igreja descobre um grupo de Bogomils, age rapidamente para convertê-los de volta ao corpo principal da Igreja, ou então eliminá-los antes que a heresia se multiplique. Ainda assim, no século XIII, os Bogomils são relativamente poucos em Constantinopla, porem muito perigosos aos demais cainitas não seguidores da Heresia.

O culto é liderado pelo único Caitiff de Constantinopla, numa Heresia Cainita (veja adiante), conhecido apenas como Stanislav, Profeta de Calomena e sua caçada de sangue foi decretada já a algum tempo sem êxito. Aqueles que cruzam o caminho de Satanislav e não provam ser seguidores dos Bogomils, encontra a morte final. Duas crias de Alfonso de Veneza já foram mortas por Stanislav e os 2 já são inimigos mortais. Como isso aconteceu e por que ainda é um mistério.

Deste modo, deve existir ao menos uma congregação de Bogomils em cada uma das grandes cidades, reunindo-se clandestinamente para que não chamem atenção da Igreja Católica. Cometendo este erro, com certeza a congregação receberá uma retribuição rápida e inclemente.
Representar um personagem membro de uma heresia cristã, no caso, um Bogomil, é um tarefa difícil e que exige grande responsabilidade por parte do jogador. Gostaría que, antes que decida por criar um personagem herético, o jogador reflita bastante sobre o assunto e considere se possui experiência o suficiente para fazê-lo. Isso siguinifica que é um recurso narrativo do mestre, a princípio.


AS HERESIAS CAINITAS:
“E aquele que se atrever a levantar-se contra Caim, receberá sobre si sete vezes a vingança.” – Gênesis 4:15.

A Heresia Cainita é com certeza uma religião completamente diferente de qualquer outra, especialmente pelo fato de ter sido criada por vampiros. Antes de começar a tratar sobre ela, é importante afirmar que, obviamente, trata-se de uma religião completamente fictícia, e que foi criada com o objetivo de conferir uma maior profundidade às possibilidades de interpretação do dilema interno do vampiro, da luta entre danação e salvação. Por ser uma crença complexa, jogadores só podem escolhê-la como a religião de seus personagens com a autorização do mestre.

Para que se possa compreender os dogmas desta heresia, é necessário primeiro que o leitor tenha lido o sobre as Heresias Dualistas Cristãs anteriormente. Como afirmado ali, as Heresias Dualistas acreditam no confronto e na sobreposição de dois mundos, o físico e o espiritual. O espiritual, no qual reside a alma, teria sido criada por Deus, enquanto o físico teria sido criado pelo Demônio, para prender a alma num ignorante corpo de carne. A Heresia Cainita, porém, tem uma versão um tanto diferente da origem do mundo, que abaixo apresento de forma um pouco resumida:



“No início dos tempos, Deus resolveu presentear o Universo com a alma, para que o Todo tivesse um significado. Para isso, Deus criou a primeira alma, Adão.
Então, coberto de inveja, o Demônio criou um corpo de barro para aprisioná-lo. Deus, buscando livrar sua obra desta prisão, presenteou Adão com Lilith, uma esposa composta puramente de espírito. Lilith seria dotada de um poder que jamais poderia ser aprisionado pelo Demônio. Da união de Adão e Lilith, nasceu Caim, que seria um ser composto de um corpo físico, mas com sua alma, seu espírito, livre.
Em si, Caim carregava o “Sangue Resplandecente”, a marca de Deus. O Sangue Resplandecente, elemento físico, mas de essência puramente espiritual, seria a chave para libertar a alma da Humanidade. Cada homem que fosse tocado pelo Sangue Resplandecente tomaria consciência da sua verdadeira espiritualidade, rompendo as barreiras da mortalidade da carne falsa. Através do Sangue Resplandecente, a velhice podia ser superada, qualquer doença trazida pelo Demônio podia ser vencida, e o corpo físico podia romper as barreiras impostas pela natureza, realizando grandes proezas de força e velocidade.
O Demônio, então se opôs a Deus e Lilith, criando Eva, uma esposa puramente física e vazia de espírito. Seu único propósito era o de seduzir Adão e desviá-lo da Verdade. Os filhos de Adão e Eva, a ignorante raça dos Homens Mortais, estariam, desta forma, para sempre presos num corpo mortal criado pelo Demônio. E Caim guardava consigo a única chave que poderia libertá-los, se apenas eles quisessem aceitar a Verdade.
Porém a maioria preferiu temer ao Demônio e permanecer atado à sua prisão de carne, ao invés de aceitar a Verdade que Caim os trazia. Então Caim teve de partir para as sombras, pois já não era mais bem-vindo entre os homens ignorantes. Antes de partir, porém, Caim entregou o presente de Deus, o Sangue Resplandecente, para os poucos que aceitaram a verdade do espírito. E estes foram os primeiros cainitas.
Passada uma era, na qual a maioria dos cainitas abandonou sua missão divina, um Segundo Caim retornou ao mundo dos homens para ensiná-los o caminho da Verdade. Distribuindo seu Sangue Resplandecente àqueles que aceitaram a Verdade, o Segundo Caim realizou milagres, trazendo conforto ao povo, curando pessoas de doenças malignas, e até mesmo trazendo um homem de volta para a vida.
Os homens daquela época chamavam o Segundo Caim de Jesus Cristo, e este foi o nome que ficou guardado nas escrituras.
Os servos do Demônio, ao verem a ameaça do Sangue Resplandecente renascer, logo partiram com o intuito de contê-la, e o Segundo Caim foi crucificado. Porém, nenhum deles pôde negar a Verdade ao ver que o seu Sangue Resplandecente o trouxe e volta à vida, ressuscitando-o.
E em breve virá o Terceiro Caim, e Ele trará julgamento sobre aqueles que não aceitaram a Verdade enquanto tiveram a chance. Sobre aqueles que preferiram permanecer cegos, cairá a Escuridão. Mas o destino daqueles que escolheram aceitar a Verdade, abraçaram o Sangue Resplandecente, e o usaram com sabedoria, buscando, através dele, libertar os outros, é o de acompanhar o Terceiro o Caim de volta para o Reino de Luz, onde só existe o espírito”.





A idéia por trás da Heresia Cainita é a de que os vampiros guardam consigo o Sangue Resplandecente, um elemento divino que os torna uma espécie de “anjos da guarda”, portadores da salvação da humanidade. Pouco se sabe sobre a origem desta heresia, além do fato de ter sido criada nos primeiros séculos do Cristianismo, por um monge, provavelmente um cainita, chamado Panteleimon. Os dogmas da Heresia estão descritos em três livros sagrados; O Diário de São Panteleimon, o Pentecoste Vermelho, e o Euagetaematikon.

A Heresia Cainita declara que a Igreja dos mortais na verdade é falsa, uma mentira propagada pelo Demônio. Esta falsa Igreja é chamada pelos heréticos de Igreja de Pilatus. Apesar disto, a heresia aproveita-se do próprio corpo da Igreja para infiltrar-se nela e propagar a sua fé, subvertendo as missas e cerimônias. Em outros casos, ela se estabelece por detrás de cultos Bogomils, pois compartilham entre si as idéias dualistas. Converter um Bogomil para a Heresia Cainita muitas vezes é mais fácil que converter um cristão tradicional, e o movimento Bogomil acaba se tornando uma verdadeira máscara para a Heresia.

A hierarquia da Heresia Cainita é baseada na da Igreja de Pilatus. Ela é liderada por uma curia de arcebispos, cada um com uma região de domínio, e por sua vez é presidida pelo Arcebispo de Nod. Atualmente, o Arcebispo de Nod é o arcebispo de Veneza, Narse do clã Lasombra e Senhor Vampírico do bispo Alfonso de Veneza, ancião do clã Lasombra em Constantinopla. Então por que Stanislav e Alfonso de Veneza tornaram-se inimigos mortais? Abaixo dos arcebispos existem os bispos, e abaixo destes, os diáconos. Cada congregação herética é liderada por um diácono.

Basicamente, a iniciação na Heresia Cainita é feita através de do sacramento de Comunhão com o Sangue Resplandecente, na qual o mortal é transformado em carniçal. Isto ocorre quando o diácono acredita que o indivíduo esteja pronto para a conversão. Quando o mortal se torna um servo fiel da heresia, após sucessivas comunhões, então se considera seu abraço e sua nomeação como diácono de uma nova paróquia. Uma congregação herética, portanto, é formada por um grande número de carnicais e vampiros fiéis ao diácono, o que geralmente leva a um grande acúmulo de poder temporal por parte do sacerdote.

Justamente por muitas vezes ser um caminho rápido para o poder, a Heresia Cainita acaba sendo infestada por diáconos que não acreditam realmente na salvação através do Sangue Resplandecente, e só estão ali pela possibilidade de poder e influência. Estes oportunistas muitas vezes são descobertos pelos heréticos mais fanáticos, que acreditam realmente na Heresia como a única salvação. Por causa disto a própria Heresia criou uma inquisição, a Cúria Vermelha, para averiguar a fé de seus integrantes.

Apesar de não haver nenhuma proibição por parte da sociedade cainita em relação à Heresia, muitos vampiros com inclinações mais tradicionais em relação à Fé Cristã enxergam os heréticos como uma afronta, uma distorção deturpada da verdadeira Igreja, e fazem de tudo para minar os seus esforços. Por outro lado, muitos príncipes vêem com apreensão o grande número de carniçais criados pelos heréticos. Perante tanta animosidade, a Heresia Cainita acabou se tornando uma espécie de culto secreto, e suas atividades são realizadas secretamente. Cercada de inimigos, mas possuidora de um grande poder, a Heresia Cainita é ao mesmo tempo uma fonte de fé e uma força política nas noites da Idade das Trevas.

_________________
Falas: - ... -
Ações: * ... *
Pensamentos: " ... "

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

avatar
James kirk

Mensagens : 150
Reputação : 10
Data de nascimento : 07/01/1982
Idade : 35

Ficha do personagem
Crônica:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

MINDGAME :: Geral :: Off

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum