O Despertar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

O Despertar

Mensagem por Vlamir em Sex Jan 16, 2015 2:51 pm

O Despertar

É engraçado quando paramos para vislumbrar a humanidade. Temos tão pouco tempo comparado ao tempo de nossa civilização, que não nos preocupamos com o que ocorrerá. Em breve não mais estaremos aqui, participando de outra jornada ou simplesmente descansando de nossos esforços. Sempre falaram que o planeta, o planeta terra, nosso berço, um dia não mais existiria, seria consumido pelos humanos. Mas estava longe demais.

A tecnologia mudou muito em menos de 500 anos. Estamos falando em redes intergalácticas de viagem e contatos com seres que, antes, eram imaginadas como ferozes e hostis. E adivinhe o que eles nos disseram? Que nosso planeta estava no seu último momento. Não sou geólogo para explicar com precisão, mas foi-se falado em algo de ruptura do ponto estável da terra. Enquanto nos preocupávamos com o derretimento controlado das geleiras, o núcleo da terra ficava cada vez mais quente e consumia mais material e diminuía a crosta. O material começava a ser expelido por vulcões e criavam novas ilhas, férteis e repletas de metais que, antes, estavam derretidos. Apenas pensamos no lucro, não demos ouvidos e continuamos a aproveitar o "presente" que recebíamos do núcleo da terra.

Estava tudo indo muito bem, a temperatura aumentando,  a crosta diminuindo, até um grupo de religiosos afirmarem que receberam uma informação Divina, aonde a Terra, criação de Deus, mas não perfeita, estava com seus dias contados. Haviam se auto-denominado Despertos, sob o fundamento de estarem acordando para a terrível realidade que os cercavam. Eles adquiriram naves de exploração, aquelas que fazem viagens gigantescas durante anos, e saíram do planeta. Nós apenas sorrimos e chamamos eles de loucos.

Bem, pelo menos por um pouco de tempo. Quando nosso pai voltou para casa, pois ele ficava meses fora, descobrimos que ele também queria que saíssemos  do planeta o mais depressa possível. Segundo ele, existiam claras evidências que os módulos de sobrevivência, construídos por conta da impossibilidade térmica do planeta, não aguentariam mais 5 anos. Isso quer dizer que, de uma hora para outra, o Magma do centro terrestre engoliria toda a civilização ainda existente, como se não bastasse já ter tornado improvável a vida a maior parte do planeta!

O que tive tempo de fazer, antes de entrar em uma das cápsulas de repouso foi fazer esse pequeno relato. Não consegui pegar sequer as fotos que tínhamos da família e inclui-los nos registros. Quero me lembrar do motivo que me fez acordar em uma banheira longe de casa, no meio do Espaço. Eu espero sinceramente que aqueles responsáveis pela viagem nos levem para algum lugar seguro...


Esperança


Não trata-se de uma espaçonave de combate. Por isso, possui poucos dispositivos de contra-ataque. A maior parte são armas pequenas. Sua estrutura permite viagens a velocidades superiores a outras, visto que sua função é transporte.

Uma família se confinou  dentro desta espaçonave. São 10 ao todo. 4 adultos de idade avançada e outros 6 jovens. Estão confinados em câmaras de hibernação, para serem abertas quando chegarem ao destino final.


Os tripulantes, além dos hibernando, são todos robôs ou híbridos, por conta da larga viagem. Na primeira etapa, um computador central conduziu todas as operações, mas conforme o programado, robôs auxiliares devem ser liberados de seu desligamento temporário para navegarem em busca de um lar. A missão prioritária de toda a tripulação é localizar um planeta em que poderá ser colonizado pela família que está hibernando. Todos são subordinados, dentro de sua programação, ao computador central, de maneira temporária, até o fim da missão.

Vlamir

Mensagens : 3
Reputação : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Despertar

Mensagem por Vlamir em Sex Jan 23, 2015 6:23 pm

Iniciando procedimento de auxílio

A voz feminina ecoou pela ponte de comando que, vazia e pouco iluminada, parecia intocada por anos. Não longe dalí, em um pequeno laboratório no mesmo corredor, as luzes se ascendem sequencialmente e um zumbido de equipamentos elétricos iniciando suas movimentações.



Entre os vários dispositivos, disposto em uma maca, um ser jaz, silencioso, como em sono profundo, aguardando o seu despertar. Sua aparência nada convencional talvez tenha impelido o Doutor LeFévre, organizador da expedição, a leva-lo na espaçonave, mesmo sem a autorização do laboratório em que trabalhava. Suas qualidades únicas, graças ao trabalho do Doutor, poderiam ser utilizadas em prol da humanidade. Infelizmente, as circunstâncias não permitiram e então, Nehemoth, como se chama, deveria ser desperto pelo computador central, caso houvesse alguma necessidade.




Em alguns minutos foram suficientes para que Nehemoth fosse desperto e a voz feminina falasse dentro do ambiente laboratorial.

Seja bem vindo, Nehemoth, creio que não se lembra de muitas coisas, mas  estou aqui para atualiza-lo e, ao mesmo tempo, requerer sua ajuda...

O silêncio toma novamente o recinto, aguardando a resposta do desperto.

Vlamir

Mensagens : 3
Reputação : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Despertar

Mensagem por Mindgame em Sex Jan 23, 2015 10:02 pm

Ergo-me e me permito admirar a complexidade de minha estrutura por um instante, antes de analisar a calmaria que me rodeia. Estou confuso.
"O que..."
Minha voz metálica toma minha atenção e noto que estou me dirigindo a uma máquina... não muito diferente do corpo sintético que eu controlo agora. Através das paredes eu analiso a estrutura das câmaras que me rodeiam. É uma grande nave. Estou no espaço. Por que? Para ajudá-los? Quem?
Volto-me na direção de uma câmara especifica onde sinto o pulsar de seus corações através das paredes. Humanos... é assim que se chamam? São tão frágeis quanto acreditam que são preciosos.
"A enciclopédia acrescentada ao meu banco de dados foi assimilada, mas há muitas lacunas nela."
Seu planeta de origem... Terra... está em eminente colapso. As rotinas da nave sugerem que estão em busca de outro. Devo concluir que a ajuda que o computador requer de mim seja proteger estes espécimes. Ao menos guardar a memória de que um dia existiram.
"Os protocolos padrão não serão necessários se me der acesso ao seu banco de dados. Está autorizada a fazê-lo?"

_________________

enigmati@msn.com
Tell: 11 980229792
avatar
Mindgame
Admin
Admin

Masculino Mensagens : 294
Reputação : 15
Data de nascimento : 29/07/1986
Idade : 31

Ficha do personagem
Crônica:

https://www.facebook.com/ForumMindgame

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Despertar

Mensagem por Vlamir em Qua Jan 28, 2015 6:38 pm

O silêncio é quebrado para a resposta para Nehemoth

O acesso estará limitado à todas as informações básicas e referentes a conhecimentos. Meus protocolos de ordens e segurança serão restritos.

Após terminar a frase, uma pausa é feita antes da voz feminina voltar a falar.

Estamos com um problema, Nehemoth. Localizei um sistema que talvez nos seja útil, mas apenas eu e você não podemos resolver o problema... Precisamos acordar um dos garotos, Claus, pois ele é o único que controlar o Robo que agora está desligado.

O som do desligamento do sistema de hibernação de um dos módulos ecoa enquanto o computador termina sua frase.

Por favor, Nehemoth, acorde o jovem que eu passarei novas informações.

Vlamir

Mensagens : 3
Reputação : 0

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Despertar

Mensagem por Mindgame em Sex Jan 30, 2015 6:57 am

As respostas da máquina me frustram. Ela era apenas uma ferramenta. Talvez o humano pudesse intervir.
"Poderia ao menos me dizer quem foi que construiu este corpo?"
Pergunto em um tom inexpressivo enquanto caminho até o módulo de hibernação desligado. Não estou certo de como o humano reagiria a minha intervenção. Devo assumir uma forma mais adequada... mais familiar.
Através de seu corpo, analiso a estrutura da criatura em seu leito e copio sua aparência por completo. Como se acorda um humano? Procuro em meu banco de dados por uma resposta satisfatória.
Off = Usando o google como referência a um banco de dados da cultura humana: Link = On
A resposta me parece estranha, mas a conclusão é óbvia. Ergo uma das mãos espalmadas até a altura de sua face, a certa distância do corpo, e então estapeio seu rosto.

_________________

enigmati@msn.com
Tell: 11 980229792
avatar
Mindgame
Admin
Admin

Masculino Mensagens : 294
Reputação : 15
Data de nascimento : 29/07/1986
Idade : 31

Ficha do personagem
Crônica:

https://www.facebook.com/ForumMindgame

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Despertar

Mensagem por Anatema em Sex Jan 30, 2015 10:49 am

Estava em um sonho... muito peculiar, havia sido enviado para uma missão quase suicida a procura de respostas *A resposta sou eu seus tolos* Eu respondia. Fui geneticamente modificado, uma anomalia científica criada com uma inteligencia superior, com criadores pouco satisfeitos por terem se esquecido de adicionar alguns... centímetros, isso me parecia ultrajante, fui ensinado pelos melhores professores e ainda sim, tudo muito entediante, pouco tinha a aprender com eles, então curioso como eu supunha que eu fosse eu me candidatei para esta missão, a qual eu sonho... A única diferença é o final prematuro e bagunçado, em todos os sonhos, o final é o mesmo, uma morte... bagunçada. Espero poder aprender o máximo possível para até... frustrar esses sonhos que teimam em ansiar minha morte, desenhei e construí um... errr suporte de vida por assim dizer, me dá armas que preciso, proteção que preciso e ajuda meu organismo a regenerar suas células a uma velocidade tremenda. E eu aqui pensando e pensando percebo que o sonho começa a ficar mais, fino, como uma folha de papel apagada repetidas vezes, até que, sinto um doloroso tapa em minha face. Anabelle se agita e liga a si mesma enquanto seus sistemas se ligam eu esfrego meus olhos com as mãos.

"- Você... não tem muito amor pelas suas partes tem?"  Então ele finalmente para de esfregar seus olhos e lá está... Uma cópia, só podia ser,  um mewtwo, mais um stormtrooper. Aquilo era um pesadelo e a cara de ultraje que Claus fez só foi superada pela curiosidade que se seguiu, analisando e criando notas mentais para cada detalhe... (Teste de genialidade somada com a perícia máquinas para descobrir a real natureza do ser a minha frente) Claus cutucava e passava sua mão pelos cabelos do ser.

"-Você... é?"

_________________
Fala: "-..."
Pensamentos *...*
Narrativa e ações
avatar
Anatema

Mensagens : 11
Reputação : 1

Ficha do personagem
Crônica:

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Despertar

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum